quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Mais amor para 2012


E mais um ano passou voando. E depois desse vem mais um. Mais um ano cheio tragédias, de violência, insegurança e pessoas malvadas, talvez, até pior do que esse que passou, não, talvez não, muito provável. Impressionante foi a quantidade de crueldade que vimos na mídia, principalmente neste segundo semestre. Não que não existia, mas acho que este ano os malvados foram mais expostos pelas pessoas que estão fartas de tanta coisa acontecendo impunemente por aí. E a cada notícia, a cada vídeo, a cada foto publicada ficamos cada vez mais espantados, cada vez mais chocados e cada vez mais indignados.

O que está acontecendo com o mundo? Como as pessoas podem perder a cabeça a esse ponto? Como podem ser tão cruéis?

Infelizmente, é triste pensar que a realidade tende a ser pior, que as pessoas matarão mais, roubarão mais, destruirão mais. Não é o que eu espero de 2012, não é o que eu quero ler nas notícias no ano que vem. Por isso, desejo sanidade em 2012, sanidade e “Mais amor, por favor” (pegando emprestado o lema do artista Ygor Marotta) que as loucuras sejam apenas para o bem, que as pessoas possam ter um tempo para contar até 10 antes de cometer qualquer ato cruel e que as autoridades cumpram seu papel.

Que venha 2012 trazendo boas energias, menos crueldade e mais amor.

Nenhum comentário: