quarta-feira, 2 de junho de 2010

A mal-educada vestindo Track&Field

Educação é a base para uma sociedade estruturada. Educação é aquilo que você vai aprendendo aos poucos e é bem provável que desenvolva tanto o quanto seus pais lhe ensinaram. Ninguém nasce educado, todo mundo aprende a ser. Seja com a família, seja na escola. A partir daí, a gente cria um certo pré-conceito de que apenas as pessoas com uma base familiar abalada e que vai a uma péssima escola sejam mal educadas, no caso, pessoas de uma classe baixa.
Mas sabe que não é bem assim... Tive a prova viva essa semana. Aluguei um armário no vestiário da minha academia. O prazo do aluguel acabou ontem, como eu não sabia se estaria lá no dia em que encerrasse, eu retirei minhas coisas uns 4 dias antes, como mandava a minha educação. Na segunda, resolvi ir e para minha surpresa, meu armário estava ocupado por alguém que não era eu. Mas a plaquinha com meu nome continuava ali. Consegui descobrir quem era, perguntei para a moça se ela se chamava Camila. Ela disse que não. Perguntei então por que ela estava usando um armário que não a pertencia. Ela virou e perguntou quem eu era pra falar com ela daquela maneira. Simples, sou a dona temporária do armário.
A resposta dela foi curta e grossa: "Não tinha nada aqui, eu não vi plaquinha nenhuma e coloquei as minhas coisas". E mesmo não estando com a razão, ela me peitava. Disse que não iria discutir comigo, que se eu quisesse buscaria falar com alguém da gerência. Foi o que eu fiz. Quando retornei com uma funcionária, ela teve a petulância de dizer que fui mal-educada. Mal sabe ela que mal-educada é usar e pegar o que não é seu. Continuou insistindo. Virei as costas e a deixei discutindo com a funcionária. No fim, ela tirou as coisas e perguntou se devia algo por isso. Como se o dinheiro fosse uma justificativa para o que ela fez.
A única coisa que pude pensar dela foi:
Calça da Track&Field - R$ 150,00
Squeeze Track&Field - R$ 72,00
Educação: não tem preço
Ou seja, o nosso preconceito não nos leva a nada... Só mesmo o último episódio da temporada de Grey's Anatomy para me fazer esquecer que o mundo existe.