quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Rio 2016


Acredito que muitos irão me trucidar depois que lerem esse meu blog, mas esse é o meu ponto de vista. Não sou a favor do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas de 2016. Eu sei que vai melhorar isso e mais aquilo na cidade, que milhares de empregos serão gerados, que milhões podem entrar no bolso do país depois que turistas de todo o mundo passarem pelo Rio. Mas e depois? Garanto que nós mesmos, aqueles que pagam impostos, nem veremos a cor desse dinheiro.


O Joãozinho que mora no sertão de Sergipe, que nem sabe o que é Olimpíada, que viu uma TV a cores uma única vez em sua vida, passa fome e não sabe ler nem escrever. Será que esses 11 bilhões de reais que serão usados para transformar o Rio em uma cidade ideal para a sede dos Jogos Olímpicos não seriam mais úteis para crianças como o Joãozinho? Fora que, convenhamos, o Rio está longe de ser uma cidade ideal, assim como São Paulo também. Nada contra a cidade maravilhosa, apenas são os fatos.


Ao invés de estarem lá em Copenhague uma hora dessas, nossos queridos políticos deveriam estar viajando pelo Brasil e resolvendo os nossos problemas, antes de quererem se mostrar para o mundo como um país merecedor de sediar a Olimpíada. Garanto que o nível de educação em Chicago ou em Tóquio é bem maior que o nosso ou que a violência em Madrid não seja tão preocupante como a linha vermelha do Rio de Janeiro. Se isso não é o suficiente, talvez eles tenham personalidades esportivas mais inteligentes que as nossas, como é o caso do nosso Pelé quando nos comparou com Chicago: "Eles têm o Obama, nós temos o Lula e o Pelé". Pelo amor, precisa dizer o que é melhor?

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Segunda é feriado!!

Mais uma vez os deputados estão ociosos na Câmara. Desta vez, eles resolveram discutir as emendas dos feriados. O Sr. Milton Monti diz que os feriados que caem no meio da semana prejudicam a economia e propôs que aqueles feriados que caem na terça ou na sexta sejam transferidos para a segunda-feira. Juro que não entendi o sentido de transferir um feriado que cai na sexta para a segunda, qual a diferença? E os que caem na quarta? Já que é assim, acho que os que caem no sábado ou domingo também devem ser transferidos para a segunda. Não é uma ótima ideia? Ah, mas Natal, Ano Novo, Páscoa e Independência permanecem no dia em que cairem. E tem mais, se houver dois feriados na mesma semana, o segundo passará para a segunda-feira da semana seguinte. O projeto já foi aprovado pela Câmara, agora falta o Senado.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Como arranjar um emprego?

É, a vida não é nenhum mar de rosas. Principalmente, quando procuramos um emprego. O famoso QI é sempre o que conta mais, o problema é quando a sua taxa está bem abaixo da média. Você até conhece aquele pessoal, mas aí, a consciência vai pesando: "Ah, eu nunca ligo pra perguntar se está tudo bem, vou ligar para pedir um emprego?". Depois de uns dias pensando, depois de uns dias aonde nada aparece, você liga mesmo assim... Não sei quantas pessoas lêem meu blog, não sei quantos se interessam por blogs, não sei quantos poderiam ser meu QI, mas não custa nada tentar. Se você precisa de uma jornalista formada, fotógrafa iniciante, bailarina por hobby e interessada na área de eventos, não se esqueça de me contatar, posso ser útil para essa sua vaga aí.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A preço de banana

Como se não bastasse ter deputados, senadores e assessores demais no Congresso, Senado e Câmara discutindo medidas e aprovando leis um tanto quanto desnecessárias, agora eles discutem banana. Sim, banana, literalmente. Para ser mais especifica, a maneira como os feirantes devem cobrar a banana. Antes, vendida por dúzia ou unidade, agora, por quilo. Acredito que São Paulo seja uma cidade modelo e não deve haver mais nenhum problema a ser resolvido para que se preocupem com o preço da banana. As ruas estão ótimas, sem nenhum lixo e sem nenhuma violência. Nada alaga mais, o trânsito flui normalmente, todos os dias, mesmo em horário de pico. A educação é excelente, as universidades públicas são suficientes para todos os alunos que desejam um diploma superior. Fora a merenda que é tão boa, que o Kassab vai cortar uma refeição. Também não precisamos mais de funcionários para varrer as ruas, que quase não têm lixo espalhado pelo chão. Assim com funcionários ociosos, sobra tempo e pessoal para fiscalizar a feira e ter a certeza de que os feirantes estão pesando e vendendo a banana corretamente. Se você não está contente com a banana da sua cidade, que é vendida por dúzia e não por quilo, venha para São Paulo, a cidade modelo com o preço certo para a banana.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

I'm back!

Depois de tantos pliés, amizades internacionais, smoothies no Red Mango, compras baratinhas, praias feias, banhos de sol no Central Park, cooper em volta da lagoa, comidinhas no George Foreman, ficar brava com a burocracia dos norte-americanos, congelar com o ar-condicionado do metrô para depois derreter no bafo das estações, socorrer velhinhos na rua que caíram de cara no chão e ser confundida com as "meninas da vida", estou de volta. E prometo abastacer com mais frequência meu querido blog.